sábado, 19 de fevereiro de 2011

Não é outro jogador de Youtube

Iturbe mostra porque foi disputado por paraguaios e argentinos e é amado por ambos

* Publicado no Olheiros.net

Foi só o árbitro brasileiro Héber Roberto Lopes apitar o final da partida entre Cerro Porteño e Colo Colo na última quinta-feira, na estreia das duas equipes na Taça Libertadores, que toda a inflamada torcida ciclone, encantada com os 5 a 2 aplicados pelos anfitriões, explodiu em cantos e alegria saudando um jovem de 17 anos que havia entrado no segundo tempo para marcar duas vezes. Um roteiro aparentemente normal e repetido de promessa que desponta e se candidata a próximo craque, não fosse essa promessa Juan Manuel Iturbe, que há poucos meses deixou o Cerro brigado com diretoria e torcida, rumo ao futebol argentino.


Pouco tempo e muitos acontecimentos depois, ele regressou ao clube que o projetou para um breve empréstimo junto ao Porto, que o contratou mas só poderá utilizá-lo na próxima temporada, quando completar 18 anos. Apesar de ter forçado sua saída para o Quilmes e aceitado a convocação para defender a seleção argentina sub-20, preterindo sua origem paraguaia, Iturbe já conseguiu ser perdoado por todos que magoou em 45 minutos de atuação soberba. Goste ou não, o leitor há de concordar que tal história jamais teria o mesmo desfecho no Brasil, onde o garoto seria criticado duramente pela imprensa por “renegar seu país” e execrado pela torcida, que entoaria cantos de “mercenário” e “traidor”.

Aos 17 anos, Iturbe já passou por mais em sua carreira do que muitos ex-jogadores. Das primeiras brincadeiras com a bola em Assunção (ele nasceu em Buenos Aires, mas logo voltou para o Paraguai, terra de seus pais) até o protagonismo em uma Argentina sub-20 carente de talento, o baixinho de 1,69m já foi seguido de perto por clubes como Real Madri, Roma, Tottenham e Manchester United, brigou com a direção do Cerro quando não aceitou assinar um contrato de formação (já que antes, por sua idade, não poderia fazê-lo), forçou sua saída para o Quilmes, onde logo mostrou seu talento e foi até chamado para a seleção sub-20 que foi à África do Sul participar dos treinamentos da equipe principal antes da Copa.

Habilidoso e veloz, tem sido nomeado por todos os cantos como “novo Messi”, rótulo que já afirmou não gostar e do qual foge. Entretanto, não há como não lembrar de La Pulga ao ver, por exemplo, o golaço que marcou contra o Brasil no Sul-Americano Sub-20, arrancando em velocidade, driblando vários adversários e chutando na saída do goleiro. Na reestreia pelo Cerro, marcou fazendo linda tabela e ganhando dos defensores na área, e depois recebendo livre para fuzilara o goleiro.

Suas credenciais de playmaker, bem como o que já demonstrou até aqui, deixam pouca dúvida sobre seu verdadeiro potencial. Com o passar das rodadas, o garoto deverá conquistar naturalmente um papel de protagonista no sempre irregular elenco ciclone, que espera finalmente ir mais além na Libertadores. A expectativa sobre ele, de fato, não é à toa, tanto que os paraguaios, percebendo que perderão um grande jogador para o rival vizinho, já lançaram uma campanha no Facebook que diz “Iturbe é paraguaio”, tendo angariado dois mil seguidores apenas nas primeiras 24 horas.

A se imaginar tudo o que poderá fazer até o meio do ano, quando rumará em definitivo para Portugal, Iturbe tem tudo para chegar ao Porto pronto para entrar no time de cima e não sair mais, podendo até quem sabe fazer parceria com Kelvin, que também se juntará aos dragões no meio do ano. Com futebol de sobra e um pouco de cabeça, Iturbe terá tudo para ser a próxima estrela argentina, paraguaia ou mundial, e não apenas um craque de Youtube.

2 comentários:

Gol de Mão disse...

Esse Iturbe realmente tem futuro, muito além do que mostra os vídeos do youtube. Boa matéria!

Equipe Blog Gol de Mão
www.bloggoldemao.blogspot.com

ConstruClick - Construção, Reforma, Projeto disse...

Blog nota 10!


Construção
Torpedo