domingo, 13 de janeiro de 2008

Pato à milanesa


Choverão comentários, exaltações hiperbólicas e arautos do “eu havia dito”. Mas o que me motiva, hoje, a escrever estas linhas, é muito mais um sentimento que uma análise pseudo-entendida.

Sou apaixonado por futebol. Do contrário, não teria este espaço e colaboraria em outros. Mas acredito, acima de tudo, que o esporte é um prazer e precisa ser uma realização. Do contrário, vira mecânico e enfadonho.

De fato, assim tem sido recentemente, com muita transpiração e pouca – ou quase nenhuma – inspiração. E é por isso que a atuação rossonera merece este desabafo, pois há tempos não degustava futebol como fiz neste domingo. Há tempos não me divertia realmente assistindo a uma partida.

E é assim que tem que ser, no final das contas. Seja bem-vindo, Pato. O futebol estava com saudade de sorrir.

5 comentários:

Filipe Lima disse...

Essa partida também me animou muito.

Não só pelo Pato, que foi bem, mas não tão excepcional como se tentou pintar - senti que estava se exagerando um pouco com tudo que ele fazia -, mas, sim, pelo sistema ofensivo do Milan como um todo!

O Pirlo deu passe para gol, o Seedorf jogou muito bem, o Kaká foi bem marcado no primeiro tempo e conseguiu encontrar seu espaço na segunda etapa e, principalmente, Ronaldo.

Me impressionou a partida do Fenômeno. Se apresentou bem para o jogo, buscou a bola, deu ótimos passes e ainda marcou dois gols. Para mim, o destaque da partida.

Abraços!

Carlão Azul disse...

Gostei do PATO DO DIA, quer dizer do Prato do Dia, Maurício.
Esse garoto tem tudo pra conquistar o mundo da bola..

Abração Maurício e ...

Conto com sua visita e de seus leitores, o blog hoje 14/01/2008 trás uma matéria bacana e inédita com uma grande atleta brasileira, confira:
Saudações Celestes
NÃO PERCAM
Entrevista exclusiva com Atleta da Sel. Brasileira de Vôlei
ENTREM E SINTAM-SE A
VONTADE

Dassler Marques disse...

Pato será um dos maiores atacantes do mundo em pouco tempo. E incrível a atmosfera de ontem no San Siro. Absolutamente incrível.

abraço poio!

FERNANDO disse...

Pena (não a do Pato), é ter que ver nossos craques cada vez mais cedo atuando em terras estrangeiras. Muito mais que o velho amor à camisa, a grana hoje prevalece.

Danilo Damasceno disse...

Calma lá pessoal, muita calma nessa hora, o Pato deve se tornar um grande jogador, mas ele ainda não esta preparado pra carga que estão pondo em cima dele, digamos que devemos ir com calma!Abração