terça-feira, 13 de novembro de 2007

O dono da bola



Abordo novamente um assunto que considero por demais importante e que, aparentemente - para meu desespero e para a infelicidade geral da nação - a imprensa esportiva brasileira tem dado pouca atenção: passado o furor do anúncio do Brasil como sede para a Copa de 2014, começa a corrida desenfreada para dividir as fatias do bolo.

E é exatamente esse título, "o dono da bola", que a revista Veja usa essa semana em sua entrevista com Ricardo Teixeira. Afinal, se a Fifa faz toda questão de deixar claro que "a Copa do Mundo é da Fifa"¹, ao menos este brasileiro é o que terá mais poder sobre o evento em terras tupiniquins.

Já adianto que a entrevista não traz nada de novo ou revelador, primeiro pela qualidade da revista e segundo pela personalidade do entrevistado. Mas dá mostras do discurso que podemos esperar nesses sete anos.

"Não vou comprar nada com dinheiro do governo. Não vai ter dinheiro público nas coisas básicas desportivas da Copa", disse Teixeira. Observe o verbo conjugado na primeira pessoa, mostrando claramente que quem faz a Copa no Brasil é ele. Quem TROUXE a Copa pra cá foi ele. O povo brasileiro DEVE isso a ele, e por isso ele pode fazer o que bem entender. Arrogante? É este o discurso do presidente da CBF e do Comitê Organizador Local, a ser criado em breve.

É óbvio que os governos estaduais e federal não irão bancar as reformas do Morumbi. Mas Teixeira esquece-se de que alguns dos estádios escolhidos são públicos, e por mais que surjam as PPPs, ALGUM dinheiro público será gasto. E ao contrário de investimentos em infra-estrutura, que podem beneficiar a população, instalação de cadeiras no Mineirão não mata a fome de quem mora no Vale do Jequitinhonha, uma das regiões mais pobres do Brasil. E ambos os exemplos são de obrigação do Governo do Estado de Minas.

Repito: é muito poder na mão de alguém que tem tanta facilidade para capitalizar quanto para apagar os rastros. Teixeira vê-se no direito até de influenciar em decisões políticas, uma vez que basta um dedo em riste para que ele sugira a eliminação de uma cidade como possível sede da Copa. Até 2008, quando as sedes serão escolhidas, o presidente da CBF tem a chance de se refestelar com mimos, lobbies e muita, MUITA articulação.

Quando perguntado sobre CPI do Corinthians/MSI e a antiga CPI da Nike, Teixeira desconversou. Preferiu atacar o proponente da CPI, senador Álvaro Dias. Não que ele não tenha seus esqueletos no armário, mas a reação de Teixeira foi típica de um culpado que se sente acuado.

Encerro com a frase que considero mais emblemática. Quando perguntado sobre o orçamento para a Copa, Teixeira simplifica: "ainda é muito cedo para saber". Ora, se a Alemanha foi escolhida também sete anos antes para a Copa de 2006 e sabia, por que para nós é muito cedo? Vale lembrar que por lá as coisas acontecem muito mais rápido. Tais incertezas abrem espaço para mais e mais negociações.

É esperar. Mas em nome de um mês de festa (que o povo brasileiro nem vai poder acompanhar direito, já que a maioria dos ingressos vai pra fora), corremos o grande risco de viver sete anos em letargia. O que era para ser o gatilho de uma mudança recebe ares de mantenedor do statu quo.

-----

¹ Sobre este assunto em particular, indico excelente artigo de Oliver Seitz no porta Cidade do Futebol (ver).

5 comentários:

Danilo Damasceno disse...

Ricardo Teixeira é um tipo de Cancer, ou melhor tumor que não se fecha sozinho, e me parece que não ha remedio ou melhor pessoas que consigam tal feito, azar do Brasil e do futebol!Abração

Ergos [Gustavo Vargas] disse...

Cara, para pessoas como o Ricardo Teixeira eu deixo linhas de silêncio...

...
...
...
...
...
...
...
...
...
...

É foda!

Filipe Lima disse...

Para ele, não há duvidas: a Copa é DELE, não é do povo, não é do Brasil, não é da Fifa. É só dele.

A resposta que ele deu à Veja sobre a CPI Corinthians/MSI se assemelha muito à que ele deu à repórter dos Estados Unidos quando questionado, na Fifa, sobre os problemas de segurança do Brasil: ele preferiu atacá-la a se defender.

Típico de criança mimada.

gerson sicca disse...

o teixeira conseguiu um salvo-conduto até 2014. Agora ele vai deitar e rolar. E não haverá dinheiro público na oraganização da copa? difícil de acreditar...

Carlão Azul disse...

Prezado Maurício, conhecí seu blog através de seu comentário no Jogo Duro.
Concordo com seu texto e o parabenizo por postá-lo. Temos de ficar de olho, RT não é dono da Copa do Mundo Brasil 2014, embora se ache.
A imprensa não pode fazer vistas grossas, se isso ocorrer haverá uma enchente de corrupção que fará nosso povo sofrido, sofrer ainda mis...
Estamos participando de um movimento iniciado pelo Bruno Silva do Pândegos & Patuscos e nesse movimento queremos cutucar nossas autoridades para que procurem as soluções para o nosso esporte, nós blogueiros podemos fazer pouco, mas como cidadãos não podemos nos omitir.


Gostaria de propor troca de links ou banner com seu espaço. Tenho um site e um blog, se quiser poderemos trocar os links dos dois ou de apenas um, a seu critério.
P.S.: Gostei do nome da emissora em que trabalha ....

Sds. Celestes

SITE/BLOG
www.SOUCRUZEIRENSE.9f.com
www.SOUCRUZEIRENSE.blogspot.com
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

Qualquer coisa entre em contato pelo e-mail que aparece no meu site.